Feira de produtos para Igreja Católica começa hoje em SP

A feira de produtos voltados exclusivamente para a Igreja Católica terá sua segunda edição nesta semana. Em 2003, depois de participar nos dois anos anteriores de iniciativas junto com evangélicos, a igreja decidiu realizar sua feira exclusiva, que tem o apoio da Arquidiocese de São Paulo e da Associação Nacional de Livrarias. Batizada de EXPOCatólica, a feira começa nesta quarta-feira e se estende até o domingo, em São Paulo, no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte.Participam como expositores editores, fabricantes de paramentos para o Clero, fabricantes de móveis, utensílios, equipamentos, profissionais especializados em restauro de obras de arte, artistas plásticos, decoradores, agentes de viagens especializados em turismo religioso e importadores. Também estão no local fabricantes de artigos religiosos que abastecem 35 mil endereços da Igreja Católica do Brasil.Já o público visitante é composto por livreiros, lojas de artigos religiosos, paróquias, dioceses, lojas de decoração e presentes e até supermercados e grandes redes de varejo.No ano passado, segundo a organizadora Promocat, 20 mil pessoas passaram pela feira nos cinco dias. Neste ano, a expectativa é que suba para 50 mil, o que inclui um público vindo inclusive de países do Mercosul e outros.Segundo Fábio Castro, diretor da Promocat, demorou cinco anos para se concretizar a idéia de trazer para o Brasil, um país essencialmente católico, a experiência de outros eventos realizados no mundo. "O processo foi longo porque a organização de uma feira voltada para atender as necessidades do Clero apresenta níveis de exigência altíssimos", afirmou.A Promocat foi criada a partir da união da Distribuidora Loyola, que atua na distribuição de livros e artigos católicos há 13 anos, e Velas NovaLuz, fornecedora oficial de velas para a Basílica de Aparecida, a maior consumidora do País, com oito toneladas semanais do produto.Nos dias 08, 09 e 10 de setembro, a EXPOCatólica é restrita a profissionais. Nos dias 11 e 12 (sábado e domingo), a feira será aberta ao público em geral. O ingresso é de 2 kg de alimentos ou R$ 5,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.