Fechado acordo para votar limites para medidas provisórias

O governo e a oposição chegaram a um acordo para permitir a votação ainda hoje da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que restringe o uso de medidas provisórias (MPs). Os líderes do governo e da oposição concordaram com o texto que restringe o uso de MPs para uma lista de assuntos da Constituição e também para os dispositivos que foram alterados por emenda constitucional promulgada entre janeiro de 1995 e junho de 2001.Caso o texto seja votado hoje, a matéria irá ao Senado na semana que vem. O presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), disse que já conversou com o presidente Fernando Henrique Cardoso, com o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), e com os líderes da base governista no Senado, para que o texto votado na Câmara não seja modificado naquela Casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.