Fazendeiros exigem a retirada de índios paraguaios

Os fazendeiros estão exigindo que as autoridades brasileiras, expulsem os índios paraguaios que estão em 14 fazendas invadidas no extremo sul de Mato Grosso do Sul. "Queremos o Estado presente na área de conflito, defendendo a soberania nacional", afirmou o diretor da Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul), Aristóteles Ferreira Júnior. O presidente da organização não governamental formada por produtores Recovê (estar com você em tupi-garani), Valfrido Medeiros Chaves, disse que entre os mais de 3 mil índios que tomaram as 14 fazendas têm pelo menos 800 paraguaios. "Conheço testemunhas que viram até policial militar de cara pintada no meio dos invasores e agindo como os índios. Portanto além da invasão de estrangeiros, temos também brancos na confusão", afirmou, acrescentando que "estão roubando tudo o que podem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.