Fazendeiro terá novo julgamento em maio

O 2º Tribunal do Júri de Belém marcou para 5 maio o novo julgamento do fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, condenado pelo assassinato da missionária norte-americana Dorothy Stang, em 2005, em Anapu. Bida já havia sido condenado à pena máxima de 30 anos de prisão, em 2007. A lei prevê novo julgamento quando o réu é condenado à pena máxima. O outro mandante, o fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, foi pronunciado para ir a julgamento, mas recorreu e aguarda o resultado do recurso em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.