Fazendeiro acusado de tortura é denunciado

O fazendeiro Gilberto Andrade, acusado de usar, em setembro, ferro de marcar gado para torturar um trabalhador rural em sua fazenda em Paragominas (PA), foi denunciado à Justiça Federal pela Procuradoria da República em Belém. Ele deve responder pelos crimes de tortura, redução à condição análoga à de escravo, desrespeito aos direitos trabalhistas e aliciamento de trabalhadores. O fazendeiro não foi encontrado para comentar a denúncia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.