Fazenda é invadida em Bauru

A Fazenda Guaianás, que fica em terras doantigo horto florestal, em Bauru, a 335 quilômetros de São Paulo, foi ocupada hoje pela manhã por cerca de 150 pessoas quedisseram ter vindo da região metropolitana de São Paulo. Elasdizem integrar o Movimento Reforma Agrária. O objetivo épermanecer no local até que o governo as assente. Do antigo horto a Cia. Paulista de Estradas de Ferroretirava lenha para abastecer suas locomotivas a vapor. Umaparte da área é arrendada pela empresa de celulose do GrupoVotorantim e outra vem sofrendo invasões. Quando a Fepasa -sucessora da Cia. Paulista de Estradas de Ferro - foi transferida para o governo federal, oentão governador Mário Covas determinou que seus hortos fossemreservados para o desenvolvimento de programas de reformaagrária, mas essas terras - inclusive as de Bauru - ficaramabandonadas e hoje sofrem a ação de grileiros. Recentemente, a Justiça em Bauru promoveu a reintegraçãode posse de uma parte da área arrendada à Votorantim, ondeposseiros já haviam construído uma cerca e barracos e sepreparavam para criar gado. A ocupação de hoje - a primeira daregião desde a posse do novo governo - foi pacífica e teveapenas o acompanhamento da Polícia Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.