Fazenda do governo de SP é invadida por 400 sem-terra

Perto de 400 pessoas integrantes do Movimento Sem Terra (MST) invadiram na madrugada de ontem a Fazenda Campininha, no distrito de Martim Prado Júnior, em Mogi Guaçu, a cerca de 80 quilômetros de Campinas. A propriedade é do governo do Estado, e se presta ao desenvolvimento de várias pesquisas na área de conservação do meio ambiente, látex de seringueira e produção de mudas de madeira e plantas nativas.Na fazenda não há criação de animais. A área total é de 3.050 hectares. Um engenheiro agrônomo que trabalha no local registrou boletim de ocorrência hoje.Segundo o destacamento da Polícia Militar do Distrito de Martim Prado Júnior, que fica a 2 quilômetros do local, caminhões e ônibus trouxeram famílias inteiras e estão estacionados dentro da propriedade. Não foi verificado o rompimento de cerca. A Campininha fica no final de uma estrada de fácil acesso e a movimentação pelo local é tranqüila. O policiamento é feito a distância e ainda não há ordem judicial e nem pedido de reintegração de posse. De acordo com os policiais, nenhum membro se identificou como representante dos invasores, e alguns invasores são dos assentamento de Mogi Mirim, município vizinho a Mogi Guaçu e Sumaré.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.