Faria de Sá apresenta emenda ao texto da CPMF

O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) apresentou à mesa diretora da Câmara emenda à redação final do texto aprovado em primeiro turno à proposta de emenda constitucional que prorroga a CPMF. Com essa iniciativa, por determinação do regimento da Câmara, o presidente da casa, Aécio Neves, remeteu o texto à comissão Especial que trata do assunto. O líder do governo, Arnaldo Madeira, informou que está em curso uma articulação para que a comissão especial se reúna ainda hoje e a Câmara possa votar a Pec em segundo turno amanhã. No entendimento de Faria de Sá, é preciso haver um intervalo de 24 horas entre a aprovação do texto e o início do segundo turno. "Não seria necessário, mas o deputado está criando todos os obstáculos regimentais possíveis", afirmou Madeira. Até o início da tarde, antes de a sessão ordinária começar, a avaliação da secretaria-geral da Mesa é de que este intervalo seria desnecessário. Segundo este entendimento, a votação das emendas poderia ser feita amanhã de manhã pela comissão especial e a votação em plenário em sessão extraordinária da Câmara, à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.