Famílias indígenas são vítimas de tragédias em MS

Incluindo ocorrência desta quarta, desde janeiro deste ano, nove índios cometeram suicídio nas aldeias do MS

João Naves, especial para O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2008 | 20h50

Famílias indígenas da etnia guarani-caiová, continuam sendo vítimas de ocorrências trágicas em Mato Grosso do Sul. nesta quarta-feira, 20,  no final da tarde, um adolescente com 16 anos de idade cometeu suicídio, com a arma do pai. Ao ver o filho morto, cometeu suicídio com a mesma arma. A tragédia aconteceu na Aldeia Potrero Guassú, no município de Paranhos, a 575 quilômetros de Campo Grande, na divisa com o Paraguai, extremo sul do Estado. Segundo informações da Funasa (Fundação Nacional de Saúde), desde janeiro deste ano, nove índios cometeram suicídio nas aldeias do MS, incluindo as ocorrências desta quarta.A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as causas do duplo suicídio.

Tudo o que sabemos sobre:
índiossuicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.