Família pede para saber detalhes da doença de Tancredo

Os filhos do presidente Tancredo Neves querem receber informações sobre todos os detalhes da doença e do atendimento a ele, na véspera de tomar posse, em 1985. Eles entraram com pedido de habeas data na Justiça Federal de Brasília para que os Conselhos Federal e Regional de Medicina do Distrito Federal entreguem todas as sindicâncias, inquéritos ético-disciplinares, documentos e depoimentos dos médicos a respeito do atendimento a Tancredo Neves.

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2012 | 20h57

O acesso à documentação poderá revelar todas as responsabilidades médicas no atendimento prestado a Tancredo Neves desde o primeiro diagnóstico da doença, em Brasília, até o último ato médico, quando de sua morte, em São Paulo.

Tancredo Neves foi internado no dia 14 de março de 1985, na véspera de sua posse como presidente, marcada para o dia seguinte. Em seu lugar assumiu o vice, José Sarney. Ele morreu no dia 21 de abril, vítima de infecção generalizada, aos 75 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Tancredo NevesHabeas Data

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.