Família Goulart vai ao STJ contra EUA

O Superior Tribunal de Justiça julga hoje o recurso ordinário que dirá se os EUA podem ou não responder, perante a Justiça brasileira, pela suposta intervenção que culminou no golpe de 1964 que depôs o presidente João Goulart, além de por suas conseqüências posteriores. A viúva de Goulart, Maria Thereza, e seus filhos ajuizaram ação de indenização por danos morais, patrimoniais e à imagem contra os EUA. A família alega que foi perseguida e ameaçada após o golpe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.