Falta de luz e ocorrência policial marcam eleição em GO

Além disso, onze urnas já foram trocadas no Estado por pequenos problemas técnicos

Agência Estado,

31 de outubro de 2010 | 10h27

Ocorrências policiais, substituição de urnas e falta de energia elétrica em algumas cidades estão movimentando as eleições do segundo turno em Goiás, na manhã deste domingo, 31. Onze urnas já foram trocadas por pequenos problemas técnicos, alguns causados pela forte chuva da madrugada. Além disso, a cidade de Rio Verde, no sudoeste goiano, está sem energia e as urnas estão funcionando por baterias. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás, a falta de energia não está atrapalhando o ritmo da votação na cidade.

Já na capital do Estado, duas pessoas foram autuadas na madrugada pela Polícia Federal por jogarem panfletos de candidatos a governador e a presidente da república nas ruas do Setor Oeste, zona nobre da capital goiana. Os envolvidos estavam com grande quantidade de panfletos e adesivos de candidatos. Os materiais foram apreendidos pela PF.

 

Além do crime eleitoral, um dos envolvidos também responderá por desacato, já que pronunciou palavras de baixo calão aos policiais e se negou a apresentar documentos de identificação pessoal. Após a ocorrência e a assinatura do Termo de Compromisso de Comparecimento às audiências perante a Justiça Eleitoral ambos foram liberados.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010Goiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.