Falhas na mediação e troca de farpas marcam debate no AM

Troca de acusações, poucas propostas e falhas na mediação marcaram o primeiro debate entre os candidatos a governador do Estado do Amazonas, transmitido pela TV Band Amazonas na noite desta quinta-feira, 28. Os principais confrontos ocorreram entre o senador Eduardo Braga (PMDB), o atual governador José Melo (PROS), e o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB).

FELIPE LIMA, ESPECIAL PARA AE, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2014 | 11h01

O jornalista apresentador Otávio Cesch Junior teve dificuldades para fazer o sorteio dos nomes dos candidatos. Junior também por pouco não permitiu que o candidato Eduardo Braga comentasse a própria resposta, referente à sessão de perguntas feitas por jornalistas.

O principal confronto da noite ocorreu entre o ex-governador Braga e o atual, José Melo. Braga apontou lentidão em obras de infraestrutura que, segundo ele, já tinham verbas liberadas pelo governo federal. O líder majoritário alegou que, em parceria com o ex-governador Omar Aziz (PSD), concluiu escolas e hospitais inacabados na gestão de Braga.

Também participaram do debate os candidatos Chico Preto (PMN) e Abel Alves (PSOL), que, sem aprofundar na explanação das estratégias de governo, defenderam aulas de empreendedorismo na rede pública e políticas voltadas ao interior do Estado, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.