Fábio Júnior comparece ao velório de Covas

O ator, cantor e apresentador Fábio Júnior e sua mulher, a atriz Patrícia de Sabrit, deixaram por volta das 5h de hoje o Palácio dos Bandeirantes, onde acontece o velório do governador Mário Covas. Eles estiveram no local por cerca de meia hora e vieram durante a madrugada, horário de menor movimento. O apresentador não é amigo pessoal de Covas. Fábio Júnior disse que conheceu o governador em um almoço no Palácio, do qual participou por ser amigo e paciente do médico particular de Covas, o infectologista David Uip. ?O doutor David é padrinho do meu filho e meu amigo há muitos anos. Um dia, fomos almoçar com ele, o governador e Dona Lila no Palácio?, contou. ?Meu contato, na verdade, é com o doutor David, mas quem é amigo de meus amigos também é meu amigo?, afirmou. Segundo o artista, desde esse almoço, ele acompanha tudo o que se refere a Covas. ?Era um ser humano muito especial, estava acima da política?, comentou.O ator chegou chorando muito e ficou um longo tempo de mãos dadas com sua esposa, sem conseguir se aproximar do caixão. Ele precisou ser apoiado pela mulher e por um segurança para poder se aproximar do corpo do governador. Depois, os dois artistas cumprimentaram a irmã de Covas, Nídia, que ficou uma parte da madrugada velando o corpo do irmão. Em seguida, o casal foi até a ala residencial, tentar falar com a primeira-dama, Lila Covas. ?Não pudemos falar com ela, estava dormindo?, disse o ator. Ao sair, Fábio Júnior falou rapidamente com a imprensa. Um repórter de uma emissora de televisão perguntou a ele se poderia conceder uma entrevista ao vivo. Na hora do pedido, o ator estava terminando de fumar um cigarro e não tinha um lixo por perto para apagá-lo. ?Se você tiver um cinzeiro, sim?, brincou ele, que já tinha parado de chorar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.