Marcos Corrêa/PR - 14/8/2021
Marcos Corrêa/PR - 14/8/2021
Imagem Eliane Cantanhêde
Colunista
Eliane Cantanhêde
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Expectativa é de que relatório final da CPI da Covid seja ‘denso’ e inclua Bolsonaro

Em novo episódio de ‘Por Dentro da CPI’, Eliane Cantanhêde comenta os próximos passos dos senadores que integram a cúpula da comissão

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2021 | 12h53

Já se encaminhando para a preparação do relatório final, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid viu seus mais recentes depoentes, ambos ligados à Precisa Medicamentos, adotarem a estratégia do “nada a declarar”. Apesar de continuarem na próxima semana, as oitivas, no entanto, não estão mais no foco da comissão. É o que informa a colunista Eliane Cantanhêde no novo episódio de Por Dentro da CPI

“A CPI vai caminhando para o seu final e esperamos um relatório muito denso, com mais de mil páginas e citando o presidente da República, Jair Bolsonaro", informa a jornalista do Estadão.

A previsão do relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), é de que os trabalhos se encerrem em meados de setembro. Pensando nisso, a cúpula da comissão se reuniu nesta semana com o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, que vai receber o relatório final do colegiado.

Segundo Eliane, a conversa foi "enviesada", com clima de "toma-lá, dá cá”. isso porque, já que na semana que vem, Aras passa por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e terá sua indicação à recondução na PGR analisada pelo plenário da Casa.

“Na conversa ficou no ar alguma coisa assim: 'Vocês senadores votam em mim e depois eu acolho e dou andamento ao relatório final da CPI'”, relata a jornalista. Segundo ela, o presidente e o relator da CPI, senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros, respectivamente, ficaram animados com a possibilidade, que não convenceu o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.