Exército vai supervisionar obra

Lula vai despachar no Centro Cultural Banco do Brasil

Tânia Monteiro e Leonencio Nossa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

06 de março de 2009 | 00h00

Diante da burocracia, o governo decidiu chamar o Exército para coordenar a reforma do Palácio do Planalto. A decisão foi tomada depois da tentativa frustrada de contratar uma empresa privada para fazer o serviço. Na terça-feira, a comissão de licitação do palácio cancelou processo de escolha da empresa que faria a obra.Não está descartada a participação de empresas nas obras, mas toda a supervisão estará sob responsabilidade dos militares.Ainda neste mês, o Planalto será fechado para a primeira reforma estrutural desde sua inauguração, em 1960. O gabinete do presidente Lula será transferido após o dia 16 para o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), a cerca de 5 quilômetros da Praça dos Três Poderes. Dilma Rousseff (Casa Civil) e Franklin Martins (Comunicação Social) são os únicos ministros que vão despachar no CCBB. Ontem, um caminhão de uma empresa terceirizada fazia a mudança de assessores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.