Exército vai retomar obra em reserva indígena

O Exército poderá reiniciar a construção do pelotão de selva na reserva indígena Raposa do Sol em Uiramutã (RR). A retomada das obras foi autorizada pelo presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, em Brasília, Fernando da Costa Tourinho Neto, em liminar favorável à conclusão da unidade militar nas terras indígenas. A obra vai abrigar o 6º Pelotão de Infantaria de Selva (PEF). No início de janeiro, o juiz da 2ª Vara Federal de Roraima, Helder Girão Barreto, determinou a suspensão das obras. A decisão do juiz baseou-se em denúncias dos índios da reserva Raposa do Sol de que o contato dos indígenas com os militares estaria causando o aumento de casos de alcoolismo e de prostituição na área. O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) anunciou que os índios deverão recorrer da decisão do TRF. A intenção é evitar que o pelotão seja construído dentro da reserva. A construção de pelotões do Exército nas áreas de fronteira, como é o caso de Uiramutã, faz parte das ações do Projeto Calha Norte, que visa promover a ocupação e o desenvolvimento ordenado da Amazônia Setentrional. O projeto prevê a construção de mais quatro pelotões na região. No despacho, Tourinho Neto afirma que a suspensão da obra acarretaria atraso na execução do projeto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.