Exército ocupará favelas do Rio a partir de amanhã

A pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as tropas do Exército ocuparão as favelas do Rio a partir de amanhã. Ontem, o Exército encaminhou ao presidente da corte, Carlos Ayres Britto, esboço do manual de comportamento a ser adotado nos morros.Caso o TSE aceite as regras, os homens do Exército poderão revidar as ameaças que receberem na mesma proporção: se receberem um tiro, podem responder com um tiro. Para evitar confronto, a Força anunciará, diariamente, onde irá atuar. As regras são baseadas no trabalho já desenvolvido pelas Forças Armadas, como no Haiti. O TSE pediu apoio do Ministério da Defesa para que os militares evitem coação a eleitores em 23 favelas. Diariamente, serão usados até 900 homens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.