Exército ocupa Vidigal e Rocinha

Depois de passar por favelas da zona oeste e da zona norte do Rio, o Exército ocupa, a partir de quarta-feira, a Rocinha e o Vidigal, na zona sul, para garantir o acesso de fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e impedir a interferência de criminosos nas próximas eleições. Ontem, o presidente em exercício do TRE-RJ, Alberto Motta de Moraes, disse que as tropas federais do Exército vão ocupar as comunidades de cidades do Rio onde houver segundo turno. A Operação Guanabara, de apoio ao processo eleitoral, começou na quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.