Exército e Embrapa criam centro de controle por satélite

O Exército e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) formalizaram hoje uma parceria para a construção do Centro Nacional de Pesquisa deMonitoramento por Satélite, que funcionará na Fazenda Chapadão, área militar de Campinas. A previsão é de que o projeto seja concluído em um ano, embora apenas R$ 900 mil dos estimados R$ 5 milhões necessários estejam disponíveis. A formalização da parceria reuniu o ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, o comandante do Exército general Francisco Roberto de Albuquerque e o presidente nacional da Embrapa Clayton Campanhola, além de autoridades locais. A cerimônia ocorreu próximo ao Batalhão de Infataria Blindada de Campinas, onde o Centro será instalado. O general Albuquerque explicou que a parceria permitirá o avanço do setor de inteligência do Exército. ?O setor dainteligência, fundamental para o sucesso em qualquer tipo de ação, precisa de outros vetores, de uma tecnologia mais avançada?. Ele definiu os vetores em ?imagem, sinais - através de equipamentos de guerra eletrônica específicos - e o homem?. Para o ministro da Agricultura, o monitoramento permitirá a antecipação da safra e maior arbítrio dos produtores sobre omercado. ?É a realização de um velho sonho dos agricultores brasileiros de identificar a ocupação do terreno por culturas diferentes e principalmente fazer levantamento de safras?, comentou Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.