Executivo paranaense preso em Cumbica

O ex-presidente do Serviço de Comunicação Telefônica de Londrina (Sercomtel), Rubens Pavan, foi preso no final da manhã no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP), e segue neste momento para Londrina (PR), onde foram presos, também na manhã de hoje, o ex-prefeito Antonio Casemiro Belinati (sem partido) e seu secretário de governo, Wilson Mandeli.No início da tarde foram presos, em Curitiba (PR), dois empresários. A polícia revelou o nome de apenas um deles, Arion Cruz Santos. Todos são acusados de participação em uma operação de desvio de R$ 1,4 milhão dos cofres da prefeitura de Londrina.Belinati foi cassado no ano passado, acusado de participar de operações que resultaram no desvio de mais R$ 100 milhões, segundo estimativas do Ministério Público.Pavan preparava-se para embarcar na ala internacional do Aeroporto de Cumbica quando foi preso. Ele não reagiu à prisão e ficou detido por algumas horas no 13º Distrito Policial de São Paulo, antes de embarcar para Londrina. A polícia não informou para onde ele embarcaria no momento em que foi preso.O Sercomtel, dirigido por Pavan durante a administração de Belinati, foi privatizado em 1999 e todos os R$ 136 milhões obtidos com a venda da empresa desapareceram dos cofres do município, de acordo com denúncia do Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.