Executiva do PV decide rejeitar fusão com PSC

A Executiva Nacional do PV decidiu, em reunião na tarde desta quinta-feira, rejeitar a proposta de incorporação do PSC ao partido. A Executiva afastou também a idéia de fazer fusões partidárias, mas vai continuar conversando com representantes de outras legendas, como o PPS, em torno da possibilidade de formação de um bloco parlamentar, na tentativa de superar obstáculos para o funcionamento do partido no Legislativo devido à cláusula de barreira. O PV obteve 3.368.561 votos - ou 3,61% do total de votos para a Câmara Federal, não superando a cláusula de barreira, que exige 5%. Na avaliação da Executiva, é mais importante manter o partido independente para disputar as eleições municipais em 2008 do que fazer fusão com outros para ter direito a uma fatia maior de recursos do Fundo Partidário e tempo na TV. A preocupação maior dos verdes é em relação ao exercício pleno do mandato dos seus deputados federais, para que a bancada da sigla tenha liderança e participação nos espaços de decisão da Casa.

Agencia Estado,

09 de novembro de 2006 | 18h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.