Executiva do PMDB adia reunião para o dia 18

A Executiva do PMDB vai se reunir somente no dia 18, em São Paulo, para tentar impedir a realização das prévias do partido, no dia 17 de março, para a escolha de um candidato da legenda à sucessão presidencial. O encontro estava previsto para hoje, na residência do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, mas foi adiado devido a proximidade do carnaval. No encontro do dia 18, a cúpula do PMDB também pretende traçar uma estratégia para inviabilizar a convenção extraordinária do partido, que vem sendo defendida pela ala contrária ao governo e à aliança com o ministro da Saúde e pré-candidato do PSDB à presidência, José Serra. Os três pré-candidatos peemedebistas à presidência - o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann e o senador Pedro Simon - estão defendendo a realização da convenção no dia 3 de março para reafirmar a decisão do partido em lançar candidato próprio à sucessão de Fernando Henrique. Mas os dirigentes do PMDB alegam que os pré-candidatos não têm votos e defendem uma aliança com Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.