Exames em Lula afastam volta de tumor, diz assessoria

Exames realizados na quarta-feira no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não identificaram sinais de retorno do tumor na laringe, segundo a assessoria de Lula. Na manhã desta quinta, ele foi submetido a um procedimento cirúrgico para retirada do cateter de aplicação medicamentosa, que havia sido implantado na região torácica durante seu tratamento contra o câncer. Lula está internado desde quarta-feira no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e não tem previsão de alta.

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

14 de junho de 2012 | 14h05

De acordo com a assessoria do Instituto Lula, a internação do ex-presidente estava pré-agendada e faz parte da rotina de exames de acompanhamento e reavaliação periódica a qual terá de se submeter nos próximos meses. Lula foi diagnosticado com câncer de laringe em outubro passado e em março concluiu o tratamento.

Por conta da recuperação, a agenda de compromissos do ex-presidente até o fim de semana foi cancelada. Além de não comparecer à Arena Socioambiental da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, Lula não irá ao encontro com o presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, marcado inicialmente para sexta-feira. Em seu lugar, participará o presidente nacional do PT, deputado estadual Rui Falcão. No encontro, serão discutidos os detalhes da aliança entre PSB e PT em São Paulo e o imbróglio eleitoral de Recife, onde o PSB ainda não confirmou aliança com os petistas e ameaça lançar candidatura própria.

Tudo o que sabemos sobre:
Lulaexames

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.