Exames descartam reincidência de câncer em Lugo, diz médico

Os exames feitos em São Paulo pelo presidente do Paraguai, Fernando Lugo, foram satisfatórios e não detectaram a reincidência do câncer linfático tratado no ano passado, disse na sexta-feira um de seus médicos.

REUTERS

29 de julho de 2011 | 17h46

Lugo, de 60 anos, se internou na noite de quinta-feira no hospital Sírio-Libanês para um controle de saúde depois de cancelar uma viagem a Lima, devido a uma gripe. O presidente passou por quimioterapia no ano passado para tratar o câncer.

"Foi feito um controle completo do corpo e não foram detectados nenhuma reincidência ou índice de reativação da doença", afirmou o médico pessoal do mandatário, Jorge Querey, citado em comunicado do Departamento de Informação Presidencial.

"Além disso, os exames de análises laboratoriais saíram todos com os parâmetros de funcionamento orgânico dentro da normalidade", acrescentou.

Querey afirmou que o presidente receberá uma série de remédios aplicados periodicamente para combater o câncer via intravenosa e que ele ficará internado em observação até sábado, para controlar uma eventual reação alérgica.

Os linfomas detectados no líder paraguaio em agosto do ano passado tiveram remissão completa, embora ele deva fazer controles a cada dois ou três meses.

"Nesses tipos de doenças não se pode falar em cura total antes de cinco a dez anos, mas sim de remissão dos linfomas e esse é o estado em que o presidente se encontra", afirmou.

Lugo havia restringido suas atividades desde segunda-feira devido a uma forte gripe que, segundo seus assessores, o obrigou a suspender por precaução a viagem ao Peru, onde participaria da posse do presidente Ollanta Humala.

Sua volta ao Paraguai está prevista para o fim de semana.

(Reportagem de Daniela Desantis)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICALUGOCANCER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.