Ex-secretário de governo do Guarujá é assassinado

Ricardo Joaquim de Oliveira, ex-titular de Defesa e Convivência Social, foi morto a tiros durante reunião do PPL; motivação do crime é desconhecida

09 de março de 2012 | 12h38

O ex-secretário de Defesa e Convivência Social do Guarujá, no litoral sul de São Paulo, Ricardo Joaquim de Oliveira, de 47 anos, foi assassinado na noite desta quinta-feira, 8, com pelo menos cinco tiros. Oliveira estava em uma reunião do Partido da Pátria Livre (PPL) quando o crime ocorreu.

 

De acordo com testemunhas, dois homens chegaram de moto e um deles entrou na sala onde ocorria a reunião e efetuou os disparos. Os dois estavam de capacete. A Polícia Civil do Guarujá investiga o caso e não descarta a hipótese de crime político. Ninguém foi preso até o momento.

 

Ricardo Joaquim de Oliveira foi exonerado do governo no último dia 1º e antes havia assumido a Secretaria de Segurança da cidade. Em maio de 2010, ainda no comando da pasta, foi vítima de sequestro-relâmpago.

Tudo o que sabemos sobre:
guarujáRicardo Joaquim de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.