Ex-procurador pede cassação de registro de empresa jornalística

O ex-procurador de Justiça do Estado do Rio Antônio Carlos Biscaia entrou nesta terça-feira com representação no Ministério Público Estadual pedindo o cancelamento do registro da empresa jornalística Cadadia do Brasil, sob o argumento de que o grupo é controlado por estrangeiros.Prestes a lançar o jornal "Metro", que teria circulação diária e gratuita no Rio, a Cadadia, segundo Biscaia, tem capital sueco e inglês, o que fere a Constituição brasileira. O diretor editorial do jornal, Roberto Largman, informou que a redação não foi informada oficialmente sobre a representação, nem recebeu qualquer instrução da direção da empresa. O projeto é de que os 250 mil exemplares diários do jornal sejam distribuídos aos usuários do Metrô. O representante para a América Latina da Metro International, Sérgio Rego Monteiro, não foi encontrado nesta terça-feira para esclarecer o assunto. A informação é de que teria viajado para Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.