Ex-procurador do Estado é denunciado

O Ministério Público Estadual aditou denuncia e incluiu o ex-procurador-geral do Estado da Bahia Raimundo Dias Viana e outros dois ex-servidores no processo que ficou conhecido como caso Comab. Eles foram enquadrados nos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e falsidade ideológica. Os envolvidos promoveram, em 2003, a transferência irregular do controle societário do Consórcio Marítimo da Bahia (Comab), responsável por serviços de transporte hidroviário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.