Ex-presidente Lula começa tratamento contra o câncer

Ex-presidente Lula começa tratamento contra o câncer

Nesta segunda, Luiz Inácio Lula da Silva faz a primeira sessão de quimioterapia para tratamento contra tumor na laringe

Gustavo Uribe, da Agência Estado

31 de outubro de 2011 | 09h58

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou por volta das 10h desta segunda-feira, 31, ao Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, onde será submetido à primeira sessão de quimioterapia para tratamento contra o câncer na laringe diagnosticado no sábado, 29. Lula chegou acompanhado por sua esposa, Marisa Letícia. A equipe médica marcou para as 11 horas entrevista coletiva para falar sobre o quadro clínico do ex-presidente.

Em entrevista à rádio Estadão ESPN nesta manhã, o cardiologista Roberto Kalil Filho, médico pessoal do ex-presidente, informou que Lula estava bem humorado e confiante. Segundo o médico, as chances de cura da doença são acima de 75%. Kalil afirmou também que a partir de janeiro o  ex-presidente deve passar por radioterapia.

O tumor, de cerca de três centímetros, localizado na laringe, acima da supraglote. A expectativa é de que a primeira sessão de quimioterapia dure cerca de três horas e que Lula durma esta noite no hospital. Antes, pode receber a visita da presidente Dilma Rousseff, que tem chegada prevista para as 19h30 no aeroporto de Congonhas - à noite ela participa de evento na capital.

Em nota divulgada no domingo, 30, a assessoria de imprensa do ex-presidente informou que, até o fim de janeiro de 2012, estão suspensas tanto as viagens nacionais como as internacionais programadas para o período.

Atualizado às 10h17

Tudo o que sabemos sobre:
lulacâncerlula tratamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.