Ex-presidente do TRT chega para depor

O ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho, Rubens Soarez Aidar, já chegou ao Fórum Criminal Federal, na Praça da República, onde vai depor no processo que apura o desvio de R$ 196,7 milhões (valor atualizado pelo Ministério Público Federal) das obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. De acordo com o advogado de defesa dos réus Fábio Monteiro de Barros Filho e José Eduardo Teixeira Ferraz, Luiz Siqueira Dias, Aidar é testemunha chave porque "foi ele quem liberou 55% da verbas" para a construção do prédio do TRT.Já chegaram também ao Fórum os réus Nicolau dos Santos Neto, ex-presidente do TRT; o senador cassado Luiz Estevão de Oliveira; e os empresários Barros Filho e Ferraz, sócios da Incal. As testemunhas de defesa Martin Aparecido Pereira da Silva e Arnaldo Pandolfi também já estão no local. A testemunha José Diniz da Silva enviou uma justificativa de que não poderá comparecer, pois mudou-se para o Recife. Ainda está intimado para depor hoje, mas não chegou até este momento, o também ex-presidente do TRT Delvio Buffolim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.