Ex-presidente da Câmara de SP é preso por extorsão

A Polícia Federal prendeu em flagrante o ex-presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Armando Mellão, acusado de extorquir empresários investigados pela CPI do Banestado, usando indevidamente os nomes dos deputados Rodrigo Maia (PFL-RJ) e José Mentor (PT-SP)e e do senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT). Mellão estava no flat La Residence, no Jardim Europa, zona Sul de São Paulo, com R$ 50.000,00 em dinheiro e R$ 550.000,00 em cheques no momento do flagrante. Segundo a BandNews, Armando Mellão receberia o total de US$ 2.400.000,00 com as extorsões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.