Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ex-prefeito é condenado por ir a motel em carro oficial

Olivan Antônio de Bortoli (PP) foi flagrado no dia 11 de agosto de 2003, com garota de programa por TV

Elder Ogliari, de O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2008 | 19h43

O ex-prefeito do município de Campos Borges (RS), Olivan Antônio de Bortoli (PP), foi condenado a dois anos e oito meses de prisão e à inabilitação para o exercício de cargo público por cinco anos por ter usado um carro oficial para ir a um motel com uma garota de programa. A pena de reclusão foi substituída pelo pagamento de três salários mínimos a uma entidade assistencial e pela prestação de uma hora de serviços comunitários por dia de condenação.  A decisão foi tomada pelo juiz de Direito Antonio Eliseu Arruda, da 2ª Vara Criminal de Passo Fundo e ainda pode ser contestada em instâncias superiores. O uso indevido do Santana do município ocorreu no dia 11 de agosto de 2003, à tarde, e foi flagrado por uma equipe de reportagem da RBS TV.

Tudo o que sabemos sobre:
Prefeitomotelcondenação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.