Ex-namorada de Augusto Farias diz ter sido ameaçada de morte

MACEIÓ-AL - A ex-namorada do ex-deputado federal Augusto Farias - irmão de Paulo César Farias -, Milane Valente de Melo, revelou nesta terça-feira, durante depoimento no Fórum Jairon Maia Fernandes, em Maceió, que foi ameaçada dias depois da morte do empresário e de sua namorada, Susana Marcolino, ocorrida no dia 23 de junho de 1996, na casa de praia de PC Farias, localizada em Guaxuma, litoral norte de Maceió.

Carlos Nealdo, especial para o Estado,

07 de maio de 2013 | 10h30

A então namorada de Augusto Farias revelou ter recebido um telefonema dizendo que ela seria a próxima vítima. "Era uma masculina voz em espanhol", contou. Em seu depoimento, ela revelou que informou o fato ao ex-deputado federal, que sugeriu à namorada trocar de número de telefone. "Não adiantaria de nada, porque certamente essa pessoa descobriria meu novo número", ressaltou, em depoimento. Segundo ela, a ameaça não voltou a ser feita.

Milane Valente também revelou que o ex-deputado Augusto Farias paga os honorários do advogado de defesa dos quatro policiais acusados no crime, José Fragoso Cavalcante, por acreditar na inocência deles. Ela disse ainda que pelo menos dois deles trabalham atualmente para o ex-parlamentar.

Tudo o que sabemos sobre:
PC Farias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.