Ex-ministros acompanham homenagem a Lula em Paris

Pelo menos três ex-ministros de Estado e uma série de assessores estarão presentes hoje, em Paris, na cerimônia na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá o título de doutor honoris causa do Instituto de Estudos Políticos (Sciences-Po), de Paris. Além do ex-chefe de Estado, estão na capital francesa José Dirceu, Luiz Dulci e Márcio Thomaz Bastos.

ANDREI NETTO, CORRESPONDENTE, Agência Estado

27 de setembro de 2011 | 07h01

Na sede da Sciences-Po, uma das escolas de ciências políticas mais respeitadas da Europa, Lula receberá o título de doutor honoris causa.

Apenas Dulci teria as despesas pagas pelo Instituto Lula. Dirceu disse ter compromissos profissionais como advogado em Paris, enquanto Bastos passa férias na capital francesa.

A homenagem da Sciences-Po será feita em nome do avanço do Brasil como potência internacional durante a gestão de Lula. A explicação foi dada na última semana por Richard Descoings, diretor do instituto. "Em 20 ou 30 anos, a história vai reter um período no qual o Brasil se transformou em uma potência internacional", afirmou o cientista político.

Mas, além da homenagem ao Brasil, a indicação de Lula ao título, já concedido a personalidades como o ex-secretário-geral das Nações Unidas egípcio Boutros Boutros-Ghali, é também um autoelogio à Sciences-Po. Em 2011, a instituição comemora 10 anos do início de sua política de discriminação positiva, quando alunos de comunidades carentes da França receberam apoio para ingressar na instituição. "Lula encarna o fato de que podemos chegar ao mais alto nível político mesmo sendo filho ou filha de trabalhadores", lembrou Descoings.

Mais conteúdo sobre:
LulaParishomenagemSciences-Po

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.