Ex-ministro faz implante de cabelos

Por indicação de Múcio, Dirceu se submete a uma cirurgia no Recife

Angela Lacerda, RECIFE, O Estadao de S.Paulo

11 Janeiro 2008 | 00h00

O ex-ministro José Dirceu teve 6.710 fios de cabelos retirados da nuca e implantados na parte superior da cabeça, em cirurgia chamada "microtransplante de unidades foliculares", realizada ontem no Hospital Memorial São José, no Recife, pelo cirurgião plástico Fernando Basto.Na polêmica entrevista do ex- ministro à revista Piauí, em que ele disse que a sede do PT de Porto Alegre teria sido construída com caixa 2, o deputado cassado revelou o seu lado vaidoso. Negou usar botox, mas disse fazer um tratamento à base de um creme que compra em Cuba.De acordo com o médico pernambucano, o deputado cassado deverá deixar o hospital na manhã de hoje. Segundo o relato de Basto, que já realizou mais de 3,2 mil cirurgias semelhantes, em homens e mulheres, Dirceu o procurou por indicação do ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que se submeteu a processo semelhante há cerca de um ano, ficou satisfeito com o resultado e passou a divulgar a técnica.Dirceu foi internado no hospital por volta das 6 horas. Às 11h30, teve início a cirurgia, que durou cinco horas e meia, tempo que ele passou sedado, com anestesia local.Nove pessoas integraram a equipe, para executar o trabalho que Basto classifica de "artesanal". Usa um microscópio tridimensional, bisturi microcirúrgico e lente de aumento.Ao explicar o novo visual de Dirceu, o médico antecipou que os fios implantados não cobrirão toda a área superior da cabeça. "Mas deverá agradar", adiantou. O cirurgião relatou que há um mês vem fazendo exames no ex-ministro da Casa Civil, que também expressou a vontade de corrigir uma cicatriz de 2,5 centímetros na parte superior do couro cabeludo.RESULTADO FINALO especialista em implante capilar explicou que somente as raízes dos fios retirados da nuca são implantadas. "Daqui a quatro meses começam a nascer", disse. A partir daí, os novos fios de cabelo vão sendo cortados e, nove meses depois da cirurgia, tem-se o resultado final.A calvície de Dirceu é de origem hereditária. Nestes casos, assegura o médico, dificilmente o cabelo da nuca é afetado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.