Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Ex-marineiro será número 2 da CBF

Walter Feldman assumirá secretaria-geral da entidade no dia 14 de abril e disse estar 'totalmente afastado da política'

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

15 de janeiro de 2015 | 16h31


São Paulo - Um dos principais operadores políticos da ex-ministra Marina Silva (PSB) durante a campanha presidencial do ano passado, o ex-deputado federal Walter Feldman assumirá no dia 14 de abril o segundo cargo mais importante da Confederação Brasileira de Futebol (CBF): a secretaria-geral da entidade. Ele estará na linha de frente do diálogo com as federeções estaduais e a Fifa. 

Quando Marina liderava as pesquisas da disputa presidencial em 2014, Feldman era apontado como um virtual ministro da Casa Civil em caso de vitória da pessebista. Depois da derrota no primeiro turno, porém, o ex-deputado decidiu deixar a Rede de Sustentabilidade e pediu a desfiliação do PSB. "Estou totalmente afastado da política", diz.  

*

Tudo o que sabemos sobre:
Marina SilvaRedeWalter Feldman

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.