Ex-juiz Nicolau falta à perícia que poderia levá-lo à prisão

Internado no Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese, na zona sul de São Paulo, com uma crise de hipertensão, o ex-juiz Nicolau dos Santos Neto não compareceu nesta sexta-feira ao Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc) para se submeter a uma perícia médica psiquiátrica marcada a pedido da Justiça.Às 10h20, o Imesc recebeu um documento do instituto justificando o não-comparecimento do ex-juiz, que continua internado. Uma cópia do documento será enviada ao juiz responsável pelo caso, que deverá pedir uma nova perícia.Lalau, como ficou conhecido, é peça-chave no escândalo de desvio de recursos - que somaram cerca de R$ 169 milhões - durante a construção do Fórum Trabalhista de São Paulo. Condenado ao final de um longo processo, em junho de 2002, Lalau cumpre pena em regime domiciliar desde aquele ano e agentes federais se revezam na sua vigilância. O Ministério Público Federal quer que o juiz cumpra pena na Custódia da Polícia Federal. A sentença proferida na época, pelo juiz Casem Mazloum, acusa-o de crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro. Em maio passado, o Tribunal Regional Federal ampliou a punição: Lalau foi condenado também por estelionato, peculato e corrupção passiva. No total, a pena é de 26 anos e meio.I

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.