Ex-diretor de RH do Senado depõe à Polícia Legislativa

Zoghbi é suspeito de ter obtido vantagens com instituições que trabalham com a concessão de empréstimos

Agência Brasil

06 de maio de 2009 | 13h04

O ex-diretor de Recursos Humanos do Senado João Carlos Zoghbi depõe nesta quarta-feira,6, às 17 horas, na Polícia Legislativa da Casa. Ele é suspeito de ter obtido vantagens na assinatura de contratos com instituições financeiras que trabalham com a concessão de empréstimos consignados a servidores da Casa.

 

Veja Também:

link Entenda o caso Zoghbi

 

A mulher de Zoghbi, Denise Zoghbi, funcionária da Casa, também vai prestar depoimento no final da tarde, informou o diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araújo Carvalho.

 

Os depoimentos fazem parte do inquérito aberto pela Polícia do Senado, por determinação do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), para investigar se o ex-diretor se beneficiou do cargo para obter vantagens na assinatura de contratos com as instituições financeiras.

 

Após o surgimento das denúncias sobre as supostas irregularidades, Zoghbi entrou com pedido de aposentadoria no Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.