Ex-diretor de Furnas nega desvio de recursos para o PT

O ex-diretor de gestão corporativa de Furnas, Rodrigo Botelho Campos, negou, em depoimento à CPI dos Correios, a existência de um esquema de arrecadação de recursos na estatal para repasse a partidos políticos. Em junho do ano passado, o ex-deputado Roberto Jefferson denunciou um suposto esquema de desvio de dinheiro de Furnas para o PT. Na época, três diretores da estatal foram afastados do cargo, entre eles Botelho Campos.O ex-diretor de Furnas negou ainda que tenha favorecido a corretora Assurê, de Henrique Brandão, em contrato de seguro com a estatal. Brandão é amigo de Roberto Jefferson e contribuiu para as campanhas do PTB nos últimos anos. "Foi feita uma auditoria em Furnas, que chegou à conclusão que era impraticável a denúncia do ex-deputado Roberto Jefferson, de desvio de recursos da estatal para partidos políticos", disse Botelho Campos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.