Ex-deputados viram réus por Máfia dos Sanguessugas

O Ministério Público Federal pediu a inclusão dos ex-deputados Edna Macedo, irmã do Bispo Macedo, e Marcos Roberto Abramo, da bancada evangélica, como réus na ação de improbidade administrativa da "Máfia dos Sanguessugas". Para a promotoria, os ex-parlamentares beneficiaram o suposto esquema de compra de ambulâncias com emendas individuais ao orçamento federal. O MPF diz que a inclusão das emendas foi "imprescindível" para a liberação da verba. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.