Luiz Alves/Agência Câmara
Luiz Alves/Agência Câmara

Ex-deputado morre aos 88 anos em Brasília

Paes de Andrade foi embaixador do Brasil em Portugal e exerceu a Presidência por 11 vezes durante a gestão Sarney

Carmen Pompeu, especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

17 de junho de 2015 | 23h18

Fortaleza - Morreu nesta quarta-feira, 17, aos 88 anos o político cearense Paes de Andrade, que ocupou a Presidência da República quando era presidente da Câmara dos Deputados, de 1989 a 1991. O ex-deputado estava internado havia um mês no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, e teve falência múltipla dos órgãos. O velório ocorre nesta quinta, 18, a partir das 8 horas no Salão Negro do Senado. O corpo será sepultado em Brasília.

Paes de Andrade foi embaixador do Brasil em Portugal e ocupou a Presidência 11 vezes na gestão José Sarney. Sempre filiado ao PMDB, na Presidência, sancionou o projeto de construção do açude Castanhão, no Ceará. Notabilizou-se, em uma das vezes em que assumiu o Planalto, ao viajar de avião presidencial para inaugurar a pista de pouso do aeroporto de Mombaça, sua terra natal, no interior cearense.

A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte do ex-deputado, “importante liderança no PMDB”. Paes de Andrade era sogro do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), que também divulgou nota de pesar. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), decretou luto oficial de três dias no Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
Paes de Andrade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.