Ex-deputado Márcio Macedo é o novo tesoureiro do PT

Nome do substituto de João Vaccari Neto, preso pela Lava Jato, foi definido após uma série de desistências entre dirigentes petistas

Ricardo Galhardo, José Roberto Castro e Ana Fernandes , O Estado de S. Paulo

17 Abril 2015 | 17h04

São Paulo - (atualizado às 19h47) O ex-deputado federal e ex secretário de Meio Ambiente de Sergipe, Márcio Macedo, é o novo secretário de Finanças e Planejamento do PT. Ele substitui João Vaccari Neto, que se licenciou na última quarta-feira, 15, após ser preso no âmbito da Operação Lava Jato

Macedo não estava entre os mais cogitados para assumir o posto. O nome foi definido após uma série de desistências entre os dirigentes do partido.

Recusaram o cargo o deputado estadual José Américo (SP), o mais cotado e preferido do presidente do PT, Rui Falcão; João Batista, dirigente do Pará cujo nome era defendido pela corrente majoritária do partido, a Construindo um Novo Brasil; e a deputada Erika Kokay (DF), nome apresentado pelo deputado federal Jose Guimarães (CE), um dos vices presidentes do partido.

O presidente do PT, Rui Falcão, disse que houve consenso em torno do nome do novo tesoureiro da legenda, Márcio Macedo. Ele negou que Macedo seja um "tampão" e disse que o petista, que só entrou no diretório nacional graças a uma substituição para que ele assumisse a tesouraria, é "tesoureiro pleno". 

Chamando de "espinhosa" a missão, Falcão disse ainda que muitos que teriam condições de assumir a Secretaria de Finanças do PT abdicaram de suas indicações. Falcão disse que a coragem para enfrentar desafios é mais uma qualidade do ex-deputado federal por Sergipe, que "está disposto a encarar essa tarefa".

Biólogo formado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), Márcio Macedo foi secretário estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe, entre 2007 e 2010. Em 2006, ele coordenou as campanhas do petista Marcelo Déda ao governo sergipano e de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Estado. Em 2007, foi reeleito presidente estadual do PT, mas não conseguiu um novo mandato em 2014. Ele também foi superintendente do Ibama em Sergipe.

Mais conteúdo sobre:
PTMárcio macedotesoureiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.