Reprodução/Assembleia Legislativa do Maranhão
Reprodução/Assembleia Legislativa do Maranhão

Ex-deputado estadual do Maranhão, pai de Flávio Dino morre vítima de covid-19

Sálvio Dino era jornalista, teve mandato cassado pela ditadura em 1964 e também atuou como vereador em São Luís

Pedro Caramuru, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2020 | 12h18

Pai de Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, e ex-deputado estadual pelo Estado, Sálvio Dino morreu na manhã desta segunda-feira (24) em São Luís (MA) aos 88 anos vítima da covid-19. 

“Meu pai teve uma longa vida, com muitas lutas. Seu mandato de deputado estadual foi cassado e ele foi preso arbitrariamente pela ditadura militar em 1964, “acusado” de ser comunista. Nos últimos dias deu a derradeira lição: profundo amor pela vida. Lutou com humildade e coragem”, afirmou Flávio pelo Twitter.

A Assembleia Legislativa do Estado decretou luto de três dias. Também jornalista, Sálvio era natural de Grajaú (MA) e foi membro da Academia Maranhense de Letras. Fundou a Academia Imperatrizense de Letra, da qual foi vice-presidente em 1991/1992.

Sálvio Dino foi vereador de São Luís em 1954 e reeleito em 1958. Em 1962, elegeu-se deputado estadual do Maranhão, tendo sido cassado, em 1964, pelo golpe militar. Em 1974, foi novamente eleito deputado estadual e prefeito do município de João Lisboa no período de 1989 a 1997.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.