Ex-CEO do Flamengo será candidato do Novo no Rio

Empresário Fred Luz foi um dos coordenadores da campanha de João Amoêdo à Presidência da República em 2018

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2019 | 18h48

O partido Novo vai lançar o empresário e ex-CEO do Flamengo Fred Luz na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro no ano que vem. Antes de ser escolhido, Luz passou por um processo seletivo que incluiu outros nomes da sigla. O agora pré-candidato será uma das principais apostas do partido, que só terá 70 candidatos a prefeito em 2019. Ao Estado, Luz disse que considera um "liberal", mas rejeitou o rótulo de direita. 

"Isso de direita e esquerda é cada vez mais complexo. Me considero um liberal, inclusive nos costumes", disse. Além do Rio, São Paulo terá candidato próprio, mas o processo seletivo ainda não foi encerrado. Os favoritos são Cláudio Lottemberg, ex-presidente do Hospital Albert Einstein, e Felipe Sabará, presidente do Fundo Social de São Paulo e aliado do atual governador João Doria (PSDB).  

Na disputa presidencial de 2018, Fred Luz foi um dos coordenadores da campanha de João Amoêdo, do Novo. Depois do pleito, fez parte da equipe de transição do governador Romeu Zema, eleito pela legenda em Minas Gerais. Depois da posse foi enviado ao Estado na condição de coordenador do departamento de apoio ao mandatário. "Não foi uma intervenção do partido, mas uma colaboração", afirmou.

Eleitor de Bolsonaro no segundo turno em 2018, Luz é integrante de movimento RenovaBR, movimento de renovação política apoiado por empresários e nomes como Luciano Huck. Seu discurso é o de levar práticas do mundo corporativo para a gestão pública. "Serei um político do Novo. Um executivo voltado para fazer entrega", afirmou. Ele defende um programa radical de privatizações - "tudo que for possível" -, mas ainda não listou quais estatais seriam vendidas.  

Antiesquerdismo

Sobre o cenário eleitoral no ano que vem, o empresário avalia que o antiesquerdismo ainda será forte na campanha, que será mais favorável a centro direita. Fred Luz vai contar com aliado de peso em palanque: o técnico de vôlei Bernardinho, que é filiado ao Novo e rejeitou o convite para disputar o governo do Rio.

O empresário Fred Luz começou sua carreira na Petrobrás nos anos 1970, onde foi engenheiro de equipamentos. Depois, foi para as Lojas Americanas, onde teve Carlos Alberto Sicupira como chefe por 15 anos.  Em seguida, abriu uma empresa de agenciamento de exportação e foi sócio da Richards. Em 2012 assumiu o comando administrativo do Flamengo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.