Eventual convocação de Perillo à CPI provoca bate-boca

A convocação do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), desencadeou na quinta-feira um bate-boca. O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e o deputado Silvio Costa (PTB-PE) protagonizaram uma tensa discussão do lado de fora da sessão, na frente da imprensa.

EQUIPE AE, Agência Estado

10 de maio de 2012 | 21h41

Rodrigues era taxativo ao afirmar a necessidade da convocação imediata do governador goiano quando foi interpelado pelo deputado pernambucano.

"Acho que Vossa Excelência está com problema de audição", disse Costa, depois de contestar o senador do PSOL. "Temos opiniões diferentes", contemporizou o Rodrigues.

Representantes da oposição disseram que Perillo poderá ser ouvido na CPMI. Os deputados e senadores tucanos ressaltaram, no entanto, que conversas de terceiros não comprovam o envolvimento do governador goiano com atividades ilícitas de Cachoeira. "Não há provas conclusivas sobre isso", disse o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

Tudo o que sabemos sobre:
CPI do CachoeiraRoberto Gurgel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.