Nelson Almeida/AFP - 1/1/2019
Nelson Almeida/AFP - 1/1/2019

Evento com prefeitos marca primeiro encontro público entre Bolsonaro e Maia após atritos

Na segunda, Maia chegou a dizer que não seria 'mulher de malandro', ao afirmar que não iria ficar articulando pela aprovação da Nova Previdência

Camila Turtelli e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2019 | 09h47

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro participa nesta terça, 9, da abertura da 12ª Marcha dos Prefeitos em Brasília. Ele entrou acompanhado do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, ao mesmo tempo em que os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) foram anunciados.

Diversos ministros do governo também participam, entre eles o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o ministro da Secretaria-Geral, Floriano Peixoto, todos juntos no palco. É o primeiro evento público em que Bolsonaro e Maia se encontram após a troca de farpas protagonizada pelos dois ao longo do mês de março.

Na segunda, 8, Maia chegou a dizer que não seria "mulher de malandro", ao afirmar que não iria ficar articulando pela aprovação da Nova Previdência e apanhando da base eleitoral de Bolsonaro. No palco, entre os presidentes da República e da Câmara está o presidente da CNM.

A reforma da Previdência estará em pauta do evento. Como mostrou o Estadão/Broadcast, a reforma tem potencial de garantir uma economia de R$ 170,8 bi nas despesas dos municípios, num período de dez anos e em 20 anos, de R$ 391,3 bi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.