Europa tem de se tornar 'federação de Estados', diz Barroso

O presidente da Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, José Manuel Barroso, pediu nesta quarta-feira que o bloco seja transformado em uma "federação de nações-Estado", na qual os países cederiam mais soberania e se encaminhariam à plena integração.

Reuters

12 de setembro de 2012 | 07h45

Em um discurso ao Parlamento Europeu, Barroso disse não estar pedindo um "superestado" europeu, mas afirmando que a UE irá sempre ser menos do que a soma de suas partes, a não ser que a união seja aprofundada.

"Não tenhamos medo das palavras: nós precisamos seguir adiante rumo a uma federação de nações-Estado. Esse é nosso horizonte político. Isso é o que tem de guiar nosso trabalho nos anos que virão", disse ele em seu discurso anual do "estado da União".

"Uma federação democrática de nações que possa enfrentar nossos problemas comuns, por meio do compartilhamento de soberania de modo que cada país e seus cidadãos estejam mais bem equipados para controlar o próprio destino."

(Por Claire Davenport)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALUEFEDERACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.