Eunício diz que presidente do PMDB quer se manter na mídia

O ministro das Comunicações, Eunício Oliveira, ironizou a decisão do presidente do PMDB, Michel Temer, de comunicar à Justiça Eleitoral o desligamento dele e do ministro da Previdência, Amir Lando, do partido e de outros peemedebistas que ocupam cargos na administração federal. "Ele quer fazer efeito político para ficar na mídia um pouquinho", disse. O ministro disse que não estava sabendo da decisão de Temer. Eunício disse que não houve convenção do PMDB, pois a Justiça proibiu que ela ocorresse. "Não vou discutir o que não tem que discutir", afirmou. Ele disse ainda que qualquer decisão de Temer com base na convenção de sábado, "não tem fundamento nem importância".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.