'Eu não me abalo', diz Lula sobre pesquisa CNT/Sensus

Segundo CNT/Sensus, aprovação a presidente subiu quase dez pontos, maior nível de popularidade desde 1998

TÂNIA MONTEIRO E NALU FERNANDES, Agencia Estado

22 de setembro de 2008 | 14h42

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não se abala com resultado de pesquisas, ao comentar os últimos dados da pesquisa CNT/Sensus, que apontam que o seu governo atingiu o maior nível de popularidade, desde julho de 1998. "Vocês me conhecem há muito tempo, eu não me abalo com pesquisa, nem quando ela está em baixa, nem quando ela está em cima. Ela na verdade retrata um momento que você tirou a fotografia da pesquisa. Acho que o Brasil vive um momento bom, de auto-estima, de crescimento. Vamos gerar este ano mais de dois milhões de empregos com carteira assinada", afirmou, durante entrevista para jornalistas, depois de participar do lançamento da campanha "Brasil Sensacional", da Embratur, em Nova York.     Veja Também:  Apesar de aprovação recorde, Lula não transfere votos a Dilma Por programa social, 75,3% votariam em governista 60% já têm candidatos para prefeito em 2008, revela pesquisa Lula transfere 15,5% de votos a candidatos, diz CNT/Sensus Lula lidera pesquisa espontânea para presidente "Tudo isso repercute no clima que a sociedade brasileira está vivendo, os brasileiros estão percebendo que as coisas estão melhorando. Eu gostaria que as coisas fossem mais rápidas. Eu gostaria que a gente pudesse, em um piscar de olhos, resolver todos os problemas, mas não é assim. Mas nós estamos no caminho certo, e vamos continuar no caminho certo e continuar trabalhando."      

Tudo o que sabemos sobre:
CNTSensuspesquisaLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.