'Eu arranhei minha imagem propositalmente', diz Gabeira

Deputado se antecipou e admitiu ter usado passagens para familiares; ele espera Mesa decidir sobre devolução

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

22 de abril de 2009 | 11h54

O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), que usou cota de passagem aérea para pagar uma viagem ao exterior de uma de suas filhas, disse nesta quarta-feira,22, que aguarda uma posição da Mesa Diretora da Câmara para decidir sobre o ressarcimento ou não da despesa. O deputado disse que está fazendo um levantamento para verificar se houve outros gastos de sua cota para financiar vantagens de parentes. Questionado se sofreu desgaste com o episódio das passagens, Gabeira respondeu: "eu arranhei minha imagem espontaneamente. Eu me arranhei propositalmente", numa referência ao fato ter se antecipado e feito um levantamento de todos os gastos.

 

Veja Também:

especial Cronologia do escândalo das passagens no Congresso

linkCâmara proibirá uso de passagens por parentes de deputados

linkTemer admite que destinou passagens aéreas para parentes

linkCâmara anuncia corte de 20% na cota de passagens

linkEx de Galisteu devolve R$ 21 mil à Câmara por gasto em viagem

linkDeputado paga passagens para artistas com verba da Câmara

linkApós série de escândalos, Câmara quer 'pacote moralizador'

O deputado reconheceu que tem recebido muitas críticas pela internet. "A gente passa por um pelotão de fuzilamento. Mas não é o primeiro, nem o ultimo", afirmou. Gabeira conversou com o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), na manhã de hoje e prometeu apresentar em dez dias à Mesa Diretora uma proposta para a economia de gastos da Câmara.

Mais conteúdo sobre:
CâmarapassagensGabeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.